Portas coloridas de Dublin: mera decoração ou ajuda para bêbados?
paulinhobasile 12 de junho de 2016

Quem visita a capital Irlanda percebe rapidamente ao andar por suas ruas um toque bastante chamativo em sua arquitetura. As casas e até mesmo prédios, do mais variados tamanhos e estilos, apresentam um detalhe em comum: amarelas, azuis, verdes, pretas, vermelhas… as portas coloridas de Dublin são um dos charmes da Ilha Esmeralda.

portas-coloridas-dublin4

portas-coloridas-dublin5

Muito mais do que decorativas, por trás das portas há muitas histórias que misturam realidade e curiosas teorias. Resolvi listar três delas que encontrei em minhas pesquisas.

portas-coloridas-dublin6

portas-coloridas-dublin3

Disputa de vizinhos
Durante o período Georgiano (1714-1830), com a ascensão do Rei George I, Dublin se tornou muito próspera, caminhando para ser a segunda maior cidade do Império Britânico, logo depois de Londres. Novas casas em estilo “chic Georgin” passaram a serem construídas, porém as fachadas eram extremamente parecidas. Por isso, para diferenciar uma casa da outra, os moradores começaram a adicionar um toque pessoal a elas, com portas em cores extremamente chamativas. Como será que se dizia “Minha casa com porta verde limão é muito mais bonita que a sua rosa-choque” em gaélico? Não sei, mas as portas coloridas de Dublin continuam até hoje.

portas-coloridas-dublin2

portas-coloridas-dublin

Boicote à Rainha
Segundo relatos históricos, em 1861, a morte do príncipe Albert deixou a Rainha Victoria em estado de profundo luto. Segundo dizem alguns historiadores, após o anúncio de luto, a rainha teria ordenado que todas os cidadãos amanhecessem com bandeiras pretas colocadas à frente de suas casas. Porém os irlandeses não estavam muito felizes com a Rainha, por estarem vivendo na época da Grande Fome, que matou milhares de pessoas e forçou muitos outros a fugir da Ilha. Por isso, dizem que em contrapartida à bandeira preta, um irlandês teria colorido a porta de sua casa em forma de protesto, tendo sido seguido por muitos outros e assim mudando a atmosfera das ruas da Irlanda.

portas-coloridas-dublin7

Ajuda para bêbados
Essa teoria é com certeza a mais divertida sobre as portas coloridas de Dublin. Não é de hoje que sabemos que os irlandeses são bons de copo. Ou melhor, de copos, bem no plural, porque eles realmente bebem muito! Porém, muitos deles não sabem o limite de parar (quem nunca?) e diz a lenda que no período Georgino, com as casas muito parecidas entre si, era super normal encontrar irlandeses bêbados tentando entrar em outras casas achando que eram as suas. Para tentar ajudar os maridos bêbados, suas mulheres passaram a pintar as portas de suas casas em cores chamativas para que eles nunca mais errassem o caminho de volta. (confesso que acho essa teoria a mais convincente haha).

Independente do motivo, se você irá visitar Dublin, não deixe de andar pelas ruas da cidade e admirar suas excêntricas portas!

paulinhobasile

Your comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *